A massagem infantil pode ajudar no sono do bebê

Em média, recém-nascidos dormem de 16 a 20 horas por dia, em etapas que vão de 30 minutos a quatro horas. Parece bastante, mas quem já é pai ou mãe sabe que infelizmente o sono dos pequenos muitas vezes não se encaixa no horário de sono dos adultos. Por isso, algumas táticas podem ajudar a acalmar o bebê e prepará-lo para a soneca mais tranquila – uma dessas táticas é a massagem infantil, que a Twinkl vai explicar neste post, junto com outras sugestões para ajudar na adaptação dos primeiros meses com o sono do bebê.

Dia e noite

Bebês recém-nascidos não têm um “relógio interno” regulado da mesma forma que o dos adultos. Então, o que acontece é que muitas vezes eles não sabem diferenciar entre dia e noite. As coisas começam a melhorar lá pelas seis a oito semanas de vida, e existem algumas dicas gerais que podem auxiliar neste ajuste:

• Compartilhe as rotinas diárias – Inclua seu bebê em suas atividades diárias. Isso vai ajudá-lo a se ajustar ao período de 24 horas, já que ele vai experimentar uma maior agitação na parte do dia e mais tranquilidade na parte da noite.

• Mantenha o silêncio durante a noite – Falando em tranquilidade, mantenha a luz e o barulho baixos quando seu bebê acordar à noite. Falar baixinho e de forma suave, evitando ruídos altos ou mexer muito no pequeno pode evitar que ele desperte no meio da madrugada querendo brincar.

• Aproveite a luz natural – Não tenha medo da luz natural indireta durante o dia. A claridade do sol ajuda o corpo de adultos e crianças a desenvolver os hormônios necessários para regular o sono noturno e a atividade diurna.

• Passeie – se possível, leve o bebê para passear durante o dia. Pode ser em um parquinho ou até no pátio de casa. É uma oportunidade de deixá-lo explorar novos sons, cheiros e imagens, além de aproveitar a claridade (como mencionamos acima). Só lembre-se que bebês muito pequenos não devem ser expostos à luz solar direta.

Preparando o bebê para dormir

É comum que bebês recém-nascidos se cansem muito rápido – depois de só uma hora acordados, é normal que eles já estejam esgotados. No entanto, também é comum que bebês tenham dificuldade para dormir sozinhos, mesmo se estiverem muito cansados. Difícil, né? Nesses casos, a dica é acolher e acalmar seu bebê para dormir.

• Balançar – A cadeira de balanço da vovó não existia à toa: ela é ótima para criar movimentos que ajudam o seu filho a descansar. Também vale ninar no colo ou até no sling.

• Evitar o excesso de estímulos – Os recém-nascidos  costumam ficar agitados com muita facilidade, já que tudo é uma experiência completamente nova para eles. Se o seu bebê está cansado, mantenha o ambiente calmo e tente limitar as interferências externas.

• Aquecer a caminha – Já que muitos bebês acordam assim que você os coloca no berço por conta da diferença de temperatura entre o colo e a cama, vale usar uma bolsa de água quente para aquecer levemente os lençóis antes. Também é possível usar um lençol ou tecido por baixo do bebê enquanto ele ainda está no colo, e mantê-lo enrolado quando for colocar no berço.

Massagem

A massagem é uma ótima forma de se conectar com seu bebê e acalmá-lo para a hora de dormir, além de ser útil para criar uma rotina noturna e promover um sono mais tranquilo. Como o bebê se comunica com o mundo por meio do toque, chega a ser natural usar alguns tipos de toque que lembram a massagem: fazer carinho nas costas do seu filho é um exemplo disso. E, em bebês saudáveis, é possível começar a rotina de massagem desde o nascimento! A massagem pode ajudar com o sono do bebê.

Benefícios da massagem para os bebês

O toque de suas mãos na pele do bebê ajuda a liberar o hormônio ocitocina. A ocitocina, também chamada de “hormônio do amor”, tem um papel superimportante na criação de vínculos e na sensação de relaxamento. E isso traz diversos benefícios, entre eles:

• Ajuda seu bebê a se desenvolver emocional e fisicamente.

• Traz calma e relaxamento a você e a seu bebê.

• Estimula o sono tranquilo e a diminuição dos choros.

• Melhora o humor.

Como fazer a massagem infantil em casa

Você pode começar a massagem do seu bebê após a troca da fralda ou na hora do banho, como parte da rotina noturna.

• Use óleos e hidratantes especiais para bebês e, se o seu filho tem eczema ou pele sensível, use apenas o que for prescrito pelo médico.

• Encontre um quarto calmo e confortável, onde a temperatura não esteja muito fria ou quente e você e seu bebê não sejam perturbados.

• Escolha um horário em que seu bebê não esteja com fome, com muito sono ou desconfortável.

• Lembre-se de lavar muito bem as mãos e tirar jóias ou relógios que possam atrapalhar.

• Coloque o seu bebê só de fralda sobre a toalha. Deixe a fralda mais soltinha para facilitar a massagem da barriga.

• Comece fazendo carinho nas mãos e pés do bebê, conversando com ele em um tom suave sobre a massagem. Com o tempo, seu filho vai aprender a reconhecer essa parte da rotina.

• Massagem nas pernas – segure o tornozelo com uma das mãos e faça movimentos circulares suaves na perna do bebê com a sua outra mão.

• Massagem nos pés – segure o pé do seu bebê com as duas mãos. Use seus polegares para acariciar a sola do pé e, em seguida, aperte suavemente cada um dos dedinhos.

• Massagem na barriga – coloque a mão suavemente na altura do umbigo do seu bebê (sem tocá-lo caso ainda não tenha caído e cicatrizado). Mova a palma da sua mão e os dedos em movimentos circulares no sentido horário.

• Massagem nos braços – É semelhante à massagem nas pernas. Segure o pulso do seu bebê com uma das mãos e suavemente faça movimentos circulares com a outra mão. Acaricie do ombro ao pulso do bebê, e aproveite para fazer carinho nas mãos dele.

• Se seu filho ficar incomodado durante a massagem, pare. Você pode tentar novamente outro dia.

• Observe as reações do seu filho e use isso como um guia para saber quais movimentos ele prefere e quais não gosta muito.

Lidar com o sono do bebê pode ser difícil às vezes, mas lembre-se: tudo muda conforme eles vão crescendo. Transformar a massagem em rotina pode te ajudar nesse momento, no sono do bebê!

Ah, e o mais importante: aproveite essa fase para se conectar com seu filho.

_______________________________________

Texto criado em colaboração com a editora educativa Twinkl.


Deixe seu comentário